15
Mai 09

Ainda falta. Dizem e repetem. E o que é isso para todos os outros dias que passaram sem darmos contas. Os dias em que estava neblina e ríamos, os dias em que estava sol e ríamos mais. E depois pensamos, porque é que o tempo adora contrariar-nos e chegar mais cedo para acabar com aquilo que queremos que acabe mais tarde. Já não sei o que custa mais, se a presença se a ausência. Ficam marcados os melhores momentos, em oito meses. Oito de nada e oito de tudo. E o oito que ao contrário significa infinito, é aí que estão guardados, seja momentos seja pessoas.
De coração, falo por muitos.

publicado por rn às 14:06

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO