05
Out 08
Sentei-me a olhar, para o céu escuro, iluminado pela lua, o brilho das estrelas. Apreciava uma e ainda outra, não sabia qual eleger.
Tentava contemplar a mais sublime, mas o meu coração evadia-se, para tentar alcançar a mais íntegra.
Para aquela que me poderia, talvez ajudar a alcançar o que procuro. O verdadeiro amor da amizade.
O meu olhar fixou-se numa pequenina, bem bonita que brilhava pouco mas tinha um brilho diferente, mas a minha mente não estava presente na que elegera. A minha mente começara então, a caminhar pela imensidão do céu. O meu corpo permanecera junto, da estrela que seleccionara.
Continuava a vaguear, sem saber qual o meu rumo. Sem saber qual a verdadeira escolha certa.
Foi então, que bem lá no fundo do céu cintilante, o meu olhar avistou uma estrela única. Essa estrela era magnífica. O brilho dela era superior a qualquer outra. Esta sim era dona do céu. Foi essa que eu elegi, e foi essa que eu escolhi para ficar comigo durante toda a minha vida.

Amo-te @ «3
publicado por rn às 13:57
sinto-me:

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO