04
Jan 09

' Perdi-me do nome,
Hoje podes chamar-me de tua,
Dancei em palácios,
Hoje danço na rua.
Vesti-me de sonhos,
Hoje visto as bermas da estrada,
De que serve voltar
Quando se volta p'rò nada. '

 

O amor é tão longe, e a dor é tão perto.

publicado por rn às 13:41

comentários:
Pois é, é mesmo muito complicado!
Gostei do poema x)
Beijinho :*
Apaixonada a 4 de Janeiro de 2009 às 21:52

Gostei +.+
Marii a 5 de Janeiro de 2009 às 20:48

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO